Ai....que dor de cabeça!

Você sabia que a dor de cabeça pode ser de origem dentária? É comum pessoas que têm bruxismo apresentarem dor de cabeça.

O bruxismo é o ranger dos dentes ou um forte apertamento dentário, que geralmente ocorre de forma inconsciente durante a noite. Esses movimentos involuntários também podem ocorrer durante o dia, quando a pessoa está tensa. O paciente frequentemente só os percebe se prestar atenção na própria tensão muscular ou se o rangido é escutado por alguém.

Vários fatores influenciam para o desenvolvimento do bruxismo, sendo que a principal causa é a mordida alterada, ou seja, quando o encaixe dos dentes está errado. Os movimentos da mandíbula que ocorrem durante o ranger ou o apertar os dentes acabam tensionando os músculos, causando fortes dores de cabeça, dor ou cansaço na face e pescoço. Além disso, podem ocorrer estalos na articulação durante a mastigação ou pode “travar” quando for abrir e fechar a boca e, ainda, pode ocasionar dor no ouvido. Estes sinais podem estar relacionados à disfunção da articulação temporomandibular (articulação da mandíbula, localizada perto do ouvido). É possível também uma dor intensa e latejante em um dente ou em grupo de dentes, com uma sensação de dente crescido. Com o tempo, podem ocorrer fraturas dentárias e desgaste excessivo dos dentes.

O dentista vai identificar a causa dentária e o tratamento pode incluir colocação de aparelho ortodôntico, uso de placa para bruxismo, troca de prótese ou de restaurações e ajuste da mordida. A placa de bruxismo é o tratamento mais utilizado e constitui um aparelho de acrílico feito sob medida pelo seu dentista e ajustado aos seus dentes com o objetivo de desprogramar a musculatura e assim causar uma diminuição da tensão ou relaxamento dos músculos da mastigação. A aplicação de toxina botulínica, conhecido como botox, tem sido a associado ao uso de placa de bruxismo e tem mostrado excelentes resultados no alívio da dor. O botox é aplicado nos músculos da mastigação paralisando sua contração excessiva, causando o seu relaxamento e alívio da dor.

Embora os fatores dentários sejam importantes para causar o bruxismo, o fator que desencadeia a crise de dor é o estresse. O estresse é a resposta fisiológica, psicológica e comportamental de um indivíduo que procura se adaptar e se ajustar às pressões internas e/ou externas e pode mostrar-se através de sintomas emocionais ou físicos.

O estresse pode ser causado por uma mudança brusca no estilo de vida ou a exposição a um determinado ambiente. Estas causas são chamadas de fatores estressantes que levam a pessoa a sentir um determinado tipo de angústia ou desconforto. Dores de cabeça intensas e frequentes muitas vezes causam desconforto ao mastigar interferindo na sua alimentação, alteram o humor, alteram a qualidade do sono, fatores que afetam diretamente a qualidade de vida do indivíduo. É quando os sintomas tornam-se persistentes por um longo intervalo de tempo que devemos procurar ajuda profissional, pois nossos mecanismos de defesa passam a não responder de uma forma eficaz, aumentando a possibilidade de ocorrerem dores mais intensas até doenças mais graves.

Nosso corpo fala! É ele que nos avisa, em forma de dor, que em algum setor de nossa vida existe alguma coisa errada. O bruxismo pode ser um alerta de que há algum desajuste está ocorrendo. Converse com o seu dentista. Não ignore os sinais de alerta que seu corpo está emitindo.

alessandra